Facebook proíbe anúncios de Bitcoin e outras Criptomoedas

Ganhe Bitcoin

Facebook proíbe anúncios de Bitcoin e Criptomoedas

Assim como o dinheiro tradicional que estamos acostumados a usar, o Bitcoin e outras Criptomoedas também não estão livres de golpes que “prometem” altos rendimentos em pouco tempo. Uma das ferramentas mais usadas para a divulgação são anúncios no Google e Facebook. Mas essa prática está obrigando as redes sociais mudarem suas políticas de publicidades para protegerem seus usuários.

O Facebook atualizou o artigo da lista de políticas de proibição adicionando a proibição de anúncios às criptomoedas. O texto do artigo diz: “Anúncios não poderão promover produtos e serviços financeiros que estejam frequentemente associados a práticas promocionais enganadoras ou obscuras, tais como opções binárias, ofertas iniciais de moeda (ICOs), ou criptomoedas”.

Bitcoin e outras criptomoedas não poderão mais ser anunciadas ou vendidas em anúncios no Facebook. Essa mudança ocorreu pois a grandes maioria dessas publicidades são de anúncios ligados à oferta de moedas digitais em esquemas fraudulentos, obrigando a rede social atualizar nesta terça-feira (30/01) sua lista de itens proibidos, banindo todos os anúncios que promovam criptomoedas e initial coin offerings (ICOs).

Essa nova política de anúncios do Facebook afetou rapidamente o mercado global de criptomoedas. No site coinmarketcap.com, que lista a cotação das mais de 1,4 mil moedas digitais, mostrou forte queda de pelo menos um dígito percentual nas principais delas. Bitcoin caiu 7,57% em menos de 24 horas.

A decisão do Facebook é um problema para o mercado de criptomoedas, pois acaba atingindo também anúncios de negócios e operadores legítimos que vendem Bitcoins ou outras moedas digitais de forma legalizada. Essa proibição de anúncios afeta também outras propriedades do Facebook que vendem publicidade, incluindo o Instagram.

Segundo o post no blog oficial do Facebook, a nova política é propositalmente abrangente para que a empresa possa identificar melhor as práticas fraudulentas e que a regulamentação desse tipo de anúncio será revisitada e ajustada com o tempo.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.