O FMI acredita no uso das criptomoedas em larga escala

Ganhe Bitcoin

Bitcoin e mercado de criptomoedas

Christine Lagarde, diretora do FMI, postou recentemente no site oficial da organização para tratar sobre criptomoedas. Ela reafirma o que já evidenciou no passado: os benefícios dos criptoativos para a economia global. Ao mesmo tempo, Christine entende que é preciso olhar para o “lado negro” dos criptoativos e realizar ações para o combate de fraudes e lavagem de dinheiro.

Nos últimos tempo, a visão do FMI vem mudando e a instituição entende que as criptomoedas não oferecem grandes riscos à economia no estágio atual e que os governos devem trabalhar em ferramentas regulatórias que permitam o desenvolvimento saudável desse ecossistema.

Em pronunciamentos que ela realizou anteriormente disse que “olhou para o lado sombrio dos ativos de criptografia, incluindo seu uso potencial para lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo”, agora Lagarde passou a dizer:
“Eu quero examinar a promessa que eles (cryptocurrencies) oferecem. Um olhar criterioso sobre os recursos de criptografia não deve nos levar a nenhuma condenação por criptografia nem a uma criptografia de euforia.

Ela reconheceu as muitas criptomoedas em circulação e disse: “parece inevitável que muitos não sobrevivam ao processo de destruição criativa”. Segundo Coinmarketcap, existem atualmente 1.568 criptomoedas.

“Os ativos criptográficos que sobrevivem podem ter um impacto significativo na forma como economizamos, investimos e pagamos nossas contas”, acredita a diretora do FMI. “É por isso que os formuladores de políticas devem manter a mente aberta e trabalhar em direção a uma estrutura regulatória imparcial que minimize os riscos e, ao mesmo tempo, permita que o processo criativo dê frutos”.

O primeiro benefício que Lagarde apontou

Os ativos de criptografia permitem transações financeiras rápidas e baratas, enquanto oferecem algumas das conveniências do dinheiro.
Ela enfatizou que “alguns serviços de pagamento agora fazem transferências internacionais em questão de horas, não dias”, acrescentando que “se os ativos criptográficos emitidos de forma privada permanecerem arriscados e instáveis, pode haver demanda para os bancos centrais fornecerem formas digitais de dinheiro”.

Nenhum perigo imediato

Sobre a estabilidade financeira, Lagarde revelou: “Nossa avaliação preliminar é que, dada a sua pegada ainda pequena e ligações limitadas com o resto do sistema financeiro, os ativos criptográficos não representam um perigo imediato”. No entanto, a chefe do FMI pede reguladores. manter-se vigilante quanto ao potencial das criptomoedas “para ampliar os riscos de negociação altamente alavancada e para aumentar a transmissão de choques econômicos, caso eles se tornem mais integrados aos produtos financeiros tradicionais”. Ela também descreveu:

Além disso, os bancos e outras instituições financeiras enfrentarão desafios para seus modelos de negócios, caso haja uma mudança em grande escala das moedas emitidas pelo governo para ativos de criptografia. Os reguladores podem achar mais difícil garantir a estabilidade de um sistema financeiro mais difuso e descentralizado. Os bancos centrais podem ter mais dificuldade em atuar como emprestador de última instância em caso de crise.

Fonte: news.bitcoin.com

coinBR agora é Stratum

Ganhe Bitcoin

Stratum CoinBR - Exchange para comprar e vender Bitcoin no BrasilEm 2018 a coinBR realizou a fusão junto à Stratum, um fundo de venture capital com sede em Hong Kong. A mudança visa ampliar internacionalmente os serviços prestados pela empresa.

A partir da noite desta terça-feira (3), o site da coinBR terá outro domínio, a plataforma coinbr.io & coinbr.net será migrado para stratum.hk.

Portanto, todos os acessos aos links coinBR serão redirecionados para o nosso novo domínio.

Não se preocupe! A SmartWallet, assim como demais funcionalidades, continuarão operando da mesma forma. A mudança é somente no endereço.

Fique atento: em breve serão lançadas mais novidades!

Reportagem no Fantástico sobre Bitcoins 25/03/2018

Ganhe Bitcoin

Vídeo Bitcoin Fantástico - 25/03/2018Já vai se acostumando, pois em breve quando você fazer uma comprar o caixa vai perguntar: Gostaria de pagar com Dinheiro, Cartão ou Criptomoeda?

Matéria apresentada pelo Fantástico no domingo, dia 25 de março de 2018, falou novamente sobre o Bitcoin e Criptomoedas. Algo que só era difundido pelos mais íntimos de tecnologia e internet, agora está se popularizando e você vai ter um carteira de Bitcoins e outras Criptomoedas muito em breve.

A moeda que valorizou mais de 1500% só em 2017 está fazendo uma revolução no setor financeiro, pois o Bitcoin também é dinheiro, assim como o real ou o dólar. A principal diferença é que não tem banco central ou governo ligados ao Bitcoin e que é 100% virtual, ou seja, só tem um jeito de comprar, vender e transferir: pela internet.

Confira o vídeo com a matéria completa

Quer saber mais como Investir e Lucrar com Bitcoins? Assista ao vídeo abaixo

Gostei! Quero começar a Inverstir! Pode me ajudar?
Sim! Clica aqui e te explico mais via chat no Whatsapp.

Ranking das 12 criptomoedas para não investir

Ganhe Bitcoin

Piores criptomoedas para investirA agência independente norte-americana Weiss Ratings classificou as principais moedas digitais, criando um ranking de criptomoedas para destacar a potência e confiabilidade das ofertas existentes no mercado digital.

Segundo publicação da Weiss, os investidores devem ter cuidado com as moedas digitais: os investimentos devem ser baixos. Por mais promissoras e propostas revolucionárias que uma moeda pode ser, as chances de surgir uma “Nova Bitcoin” ainda são baixas.

Para classificar o “potencial” das criptomoedas, foram atribuídas notas de A até E, sendo “A” muito forte e “E” muito fraco. Segue abaixo o ranking das 10 piores criptomoedas para você investir, segundo a Agência de Risco Weiss Ratings:

Os 12 piores investimentos em criptomoedas (2018 Q1) em ordem decrescente

  • Auraracoin (D-)
  • Gulden (D-)
  • PotCoin (D-)
  • Rise (D-)
  • Electroneum (E+)
  • Expanse (E)
  • Novacoin (E)
  • Matchpool (E)
  • Quark (E-)
  • SaluS (E-)
  • Magacoin (E-)
  • Comet (E-)

Uma informação importante de lembrar é que a Weiss não lista todas as criptomoedas, logo, essa lista representa as mais fracas dentro das que eles avaliam.

Em janeiro, quando a agência iniciou as primeiras classificações, o Bitcoin recebeu nota C+, ficando atrás de 6 outras criptomoedas, que receberam B+ e B-. Nenhuma recebeu A na época.

Nesta última avaliação, entretanto, o Bitcoin subiu de C+ para B-, embora continue atrás de algumas criptomoedas, como a NEO, por exemplo, que é a única da lista com nota A.

A lista completa do Rankink das melhores e piores moedas digitais é divulgado apenas para assinantes dos relatórios da agência Weiss Ratings.

Acompanhe nossas publicações e em breve estaremos divulgando o Ranking atualizado das piores criptomoedas para investimentos.

Facebook proíbe anúncios de Bitcoin e outras Criptomoedas

Ganhe Bitcoin

Facebook proíbe anúncios de Bitcoin e Criptomoedas

Assim como o dinheiro tradicional que estamos acostumados a usar, o Bitcoin e outras Criptomoedas também não estão livres de golpes que “prometem” altos rendimentos em pouco tempo. Uma das ferramentas mais usadas para a divulgação são anúncios no Google e Facebook. Mas essa prática está obrigando as redes sociais mudarem suas políticas de publicidades para protegerem seus usuários.

O Facebook atualizou o artigo da lista de políticas de proibição adicionando a proibição de anúncios às criptomoedas. O texto do artigo diz: “Anúncios não poderão promover produtos e serviços financeiros que estejam frequentemente associados a práticas promocionais enganadoras ou obscuras, tais como opções binárias, ofertas iniciais de moeda (ICOs), ou criptomoedas”.

Bitcoin e outras criptomoedas não poderão mais ser anunciadas ou vendidas em anúncios no Facebook. Essa mudança ocorreu pois a grandes maioria dessas publicidades são de anúncios ligados à oferta de moedas digitais em esquemas fraudulentos, obrigando a rede social atualizar nesta terça-feira (30/01) sua lista de itens proibidos, banindo todos os anúncios que promovam criptomoedas e initial coin offerings (ICOs).

Essa nova política de anúncios do Facebook afetou rapidamente o mercado global de criptomoedas. No site coinmarketcap.com, que lista a cotação das mais de 1,4 mil moedas digitais, mostrou forte queda de pelo menos um dígito percentual nas principais delas. Bitcoin caiu 7,57% em menos de 24 horas.

A decisão do Facebook é um problema para o mercado de criptomoedas, pois acaba atingindo também anúncios de negócios e operadores legítimos que vendem Bitcoins ou outras moedas digitais de forma legalizada. Essa proibição de anúncios afeta também outras propriedades do Facebook que vendem publicidade, incluindo o Instagram.

Segundo o post no blog oficial do Facebook, a nova política é propositalmente abrangente para que a empresa possa identificar melhor as práticas fraudulentas e que a regulamentação desse tipo de anúncio será revisitada e ajustada com o tempo.